logo-watsap Atendimento via Whatsapp + 55 (31) 973091340



 

Objetivos:

  • Formar especialistas na área com a adequação necessária para que, em um nível de excelência, possam atuar no campo da justiça familiar, tribunais infantis e defesa pública da crianças e adolescentes, tanto em matéria civil quanto criminal.
  • Capacitar o aluno na compreensão do conteúdo de direitos humanos, direitos civis e políticos, bem como direitos econômicos, sociais e culturais em sua aplicação às relações familiares, com o conhecimento correspondente das diferentes estratégias de proteção social e legal . Essa preparação especializada constitui uma contribuição relevante no desenho de políticas familiares que visam favorecer o funcionamento da família no âmbito social.
  • Cooperar na capacitação de recursos humanos com as habilidades necessárias que possibilitem sua participação nas diferentes áreas institucionais, seja para a organização e execução de políticas públicas no campo da família, infância e adolescência, quanto para a elaboração de projetos direito relativo à matéria.
  • Treinar especialistas que possam desempenhar funções na estrutura internacional e nos processos de integração em nível regional.
  • Oferecer aos mestrandos as ferramentas necessárias para desenvolver tarefas de pesquisa, básicas e aplicadas, em conexão com os problemas da realidade que permitem a transferência de resultados para diferentes campos sociais.
  • De acordo com a abordagem interdisciplinar do Mestrado, proporcionar ao aluno as disciplinas psicológicas, sociológicas e outras das ciências do comportamento que lhe permitam ter uma visão sistêmica da família, essencial para a participação em equipes compostas por especialistas de diferentes áreas. áreas científicas destinadas a projetar reformas legislativas, planejar programas de políticas familiares ou definir estratégias judiciais para os vários problemas que afetam a família.
  • Elevar o nível acadêmico do corpo docente no ensino de direito da família  equipado com os instrumentos metodológicos da educação moderna, a fim de estimular o treinamento de recursos humanos altamente qualificados no exercício do trabalho de treinamento; com visão crítica e sensibilidade aos problemas da nossa sociedade.
  • Proporcionar ao professor a possibilidade de integrar espaços de reflexão e discussão sobre os diferentes aspectos do direito da família, infância e adolescência que estimulam a criação normativa que visa melhorar as leis, seja no campo do direito substantivo ou processual.

 

Público Alvo:

Bacharéis em Direito.

Regras para a seleção de candidatos

Mesmo que o candidato não cumpra o requisito estabelecido na seção anterior, em casos excepcionais, quem tiver formação em estudos, pesquisa ou profissionais relevantes poderá ser admitido desde que tenha a recomendação do Comitê de Mestrado e com a aprovação do Conselho de Administração da Faculdade de Direito. Em todos os casos, a admissão exigirá, como uma etapa anterior, uma entrevista com o Comitê de Mestrado, na qual requisitos complementares podem ser determinados.

Os candidatos devem enviar um “curriculum vitae” ao Comitê de Mestrado e uma justificativa para os objetivos acadêmicos da inscrição, que serão avaliados pelo Comitê de Mestrado.

 

Período 1o. Módulo:

03 a 15 de agosto de 2020

 

Processo Seletivo:

Os interessados devem preencher o formulário abaixo,  expondo a razão do seu interesse no mestrado. Deverá ser anexado Curriculum Vitae para análise . A análise será feita em até 2 (dois) dias, após o envio do currículo. Será enviado mensagem de aprovação,  quando o aluno, poderá realizar a sua matrícula, seguindo as orientações enviadas via email. 

Nome*

E-mail*

DDD / Celular*

Envie seu currículo para avaliação:

Mensagem

Confirmar seu e-mail com o código:
captcha



INFORMAÇÕES

O IIES – Instituto Internacional de Educação Superior em parceria com UBA – Universidad de Buenos Aires – Argentina,  firmaram convênio para oferecerem o curso de Mestrado em Direito de Família, realizado na melhor Universidade Pública Ibero-Americana, na modalidade intensiva.

O convênio prevê a realização de turma fechada para brasileiros para o Curso de Mestrado em Direito de Família – UBA, a ser ministrado na cidade de Buenos Aires a graduados em direito. O curso foi especialmente formatado de modo a atender às peculiaridades de tempo desses profissionais, tanto que as aulas serão realizadas nos meses de fevereiro e agosto, em períodos de quinze dias.

 

Modalidade do Curso:
O mestrado oferece a modalidade presencial com uma frequência quinzenal de segunda a sabado. 

O mestrado está dividido em quatro módulos quinzenais, e que acontecem de seis em seis meses. Ao final do curso, após aprovado em todas as disciplinas, o aluno apresentará o projeto de tese, sobre tema pertinente à área de concentração escolhida, e sendo aprovado, o aluno desenvolverá a tese que deve ser escrita em versão em espanhol.

Requisitos para preservar o status do aluno:

Presença em nada menos que 80% das aulas.
Atenda aos requisitos de aprovação determinados em cada módulo.
Modalidades de avaliação dos alunos em cada disciplina.
Pagamento das valores correspondentes.

Requisitos para conclusão:
Para obter o diploma de mestrado da Universidade de Buenos Aires em Direito da Família, Infância e Adolescência, o candidato deve:

Aprovar os cursos, seminários e outras atividades acadêmicas estabelecidas no currículo deste Mestrado.
Enviar e aprovar uma dissertação de mestrado que consistirá em um produto de trabalho de uma investigação científica que faça uma contribuição significativa para a área de conhecimento, dentro de um período máximo de 2 anos após a conclusão dos cursos, que pode ser prorrogado por mais 2 anos com autorização do Comitê de Mestrado e aprovação do Conselho de Administração.


Duração dos Módulos Acadêmicos:

24 meses


Período das aulas: 

Agosto/20: 03 a 15 de agosto de 2020

Fevereiro/21: aulas em Buenos Aires, em datas a serem definidas.

Agosto/21: aulas em Buenos Aires, em datas a serem definidas.

Fevereiro/22: aulas em em Buenos Aires, em datas a serem definidas.


Local das Aulas:

Av. Figueroa Alcorta 2263 (C1425CKB) – Buenos Aires, Argentina


Título Outorgado:

Mestre da Universidade de Buenos Aires em Direito de Família


Carga Horária:

721 hora-aula

 

MATRICULA




UNIVERSIDADE

A Universidade de Buenos Aires (UBA) foi fundada em 12 de agosto de 1821 na cidade de Buenos Aires e é, ainda hoje, a maior universidade da Argentina. Desde a sua fundação foi considerada um espaço de produção e circulação de conhecimentos de alto nível. Foi berço de cinco prêmios Nobel e de quinze presidentes da República Argentina.

A UBA é a mais tradicional universidade argentina. Possui equipe de doutores conceituadíssimos, com formação em diversos países europeus – alguns são também professores em famosas instituições na Alemanha, Espanha, Itália, Suécia, etc. Exatamente por isto permite que a área de investigação da tese de seus doutorandos se concentre em vários ramos do conhecimento jurídico.

Goza de alto prestígio entre a população e os órgãos governamentais argentinos, onde mantém permanente registro. É também conhecida e respeitada no meio acadêmico de todos os Estados do Brasil.

 

FAÇA UM TOUR VIRTUAL PELA UBA CLICANDO AQUI.

 

 


PROGRAMA

Plano de estudos

Asignatura Carga horaria Correlatividades
Bloque I
Derecho Matrimonial
18
Psicología evolutiva del niño y adolescente
18
Sociología de la Familia
18
Régimen Patrimonial del Matrimonio
24
Psicología General de la Familia
18
Filiación
18
Los Derechos del niño y el adolescente. Responsabilidad Parental. Tutela y curatela.
24
Derecho Constitucional de Familia
18
La Familia en el Derecho Penal
12
La familia en el derecho Laboral, Tributario y de la Seguridad Social
12
Procedimientos en los juicios de Familia
18
Bloque II
El Derecho Internacional Privado en el Derecho de Familia y Derecho Sucesorio
12
Violencia Familiar
18
Control penal de la Infancia
15
Derecho de alimentos a los hijos y la Convención sobre los Derechos del Niño
18
Los Derechos del Niño en el Derecho Internacional y los Derechos Humanos
12
Procedimiento de Familia. Cuestiones complejas
15
Derecho Familiar Comparado
15
Convivencias de pareja
15
Bloque III
Materias electivas de filosofía
60
Asignaturas de libre elección
132
Seminarios
51
Seminarios y Talleres para la Elaboración de la Tesis
160

Clique aqui para ver o programa


CORPO DOCENTE

Autoridades

Directora: Lidia Hernandez

Subdirector: Néstor Solari

Coordinador: Sebastián Ignacio Fortuna

Resolución 1927-20: Designar como integrantes de la Comisión Académica de la Maestría en Derecho de Familia, Infancia y Adolescencia, dirigida por la Dra. Lidia B. Hernández, a los Doctores: Mónica Pinto, Oscar J. Ameal, Mary Beloff, Carlos Arianna, Jorge Azpiri, Osvaldo Pitrau, Beatriz Alice, Eduardo Zannoni y Adriana Mónica Wagmaister de conformidad con la Resolución (CS) No 8175/2013.-

Cuerpo Docente

• Minyersky Nelly
• Fodor Sandra
• Maffia Diana
• Elias Felicitas
• Altamirano Florencia
• Graham Marisa
• Llobet Valeria
• Gentile Florencia
• Litchever Cecilia
• Magistris Gabriela
• Medan Marina
• Vilanova Catalina
• Zullita Felini
• Beloff Mary
• Calabrese Alberto
• Ryan Susana
• Daroqui Alcira
• Guemureman Silvia
• Chavanneau Silvia
• Rodriquez Enriquez Corina
• Pautassi Laura
• Cervone Nelida
• Szulc Andrea
• Giosa Laura
• Macri Maria Raquel
• Paggi Patricia
• Baliero de Burundarena
• Redondo Adriana
• Morales Nora
• Stolkilner Alicia
• Trumper Eugenia
• Sotelo Romelia
• Barcala Alejandra
• Feldfeber Myriam
• Caride Lucia
• Vassiliades Alejandro
• Isuani Fernando
• Daroqui Alcira
• Chaves Mariana
• Bernal Mariana
• Gerstenhaber Claudia


REGULAMENTAÇÃO

 

Lei Nacional de Educação Superior Nº 24.521 
Resolução Coneau – Credenciamento da carreira


REVALIDAÇÃO

Foi publicada no Diário Oficial da União no dia 23 de junho de 2016, a Resolução nº 3 do Conselho Nacional de Educação (CNE), que dispõe sobre normas referentes à revalidação de diplomas de cursos de graduação e ao reconhecimento de diplomas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) expedidos por estabelecimentos estrangeiros de ensino superior.

Posteriormente, para estabelecer normas e procedimentos gerais de tramitação dos processos de solicitação de revalidação e reconhecimento de diploma estrangeiro, foi publicada pelo MEC a Portaria Normativa nº 22/2016, de abrangência também nacional.

Resolução CNE/CES nº 3/2016

Portaria Normativa MEC nº 22/2016

Saiba mais no site do MEC, sobre revalidação www.carolinabori.mec.gov.br 

INVESTIMENTO

consulte-nos

HOSPEDAGEM

Compra de passagem e hospedagem

www.decolar.com

www.trivago.com.br

www.airbnb.com.br

DICAS DE VIAGEM

População

A população de Buenos Aires é de cerca de 3 milhões de pessoas. A população total da cidade e área metropolitana, é de 14 milhões de pessoas.
Buenos Aires sempre foi uma cidade de portas abertas.Os seus habitantes são chamados “portenhos”, gentilício que faz referência à condição portuária da cidade.
O habitante da província de Buenos Aires é chamado “bonaerense”.

Eletricidade e Voltagem

A corrente elétrica na Argentina é de 220 volts, 50 ciclos de corrente alternada. As tomadas têm 2 orifícios cilíndricos ou 2 orifícios chatos mais um de descarga a terra.Convém viajar com um adaptador para estas tomadas.
Plugues e Tomadas na Argentina

Pluges 1 e 2: muito comum em hotéis modernos.
Pluges 3: utilizados no passado, não muito comum

Bancos e Troca de Dinheiro

Não faça câmbio no aeroporto. As taxas são muito baixas. Evite trocar dinheiro na rua.
Bancos: abrem às 10 e fecham às 15h. É possível fazer extrações de dinheiro e outras transações nos caixas eletrônicos, que funcionam durante as 24 horas.
Para trocar dinheiro em bancos e casas de câmbio devem apresentar um passaporte.

Travelers Cheques

O melhor lugar para trocar de cheques de viagem é a sede da American Express: Arenales 707 (Plaza San Martín) centro de Buenos Aires.

Segurança em Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade tranquila para os turistas, mas vale a pena tomar algumas precauções para evitar problemas.

1- Cuidado com os taxistas pois costumam repassar notas de Pesos falsas. Procurem sempre pagar com notas “baixas”… tipo 10, 20 pesos, evitem pagar com notas de 100 e 50, pois muitos passam notas falsas no troco.

2- Não deixar sacolas e carteiras pendurados em cadeiras em lugares públicos.

3- Em lugares movimentados (Calle Florida, mercados, etc) Tenha cuidado com bolsas e carteiras.

4- Evite trocar dinheiro na rua.

5- Evite strip tease show oferecido na Rua Florida e do centro. Sempre roubam os turistas.

6- Cuidado com a bagagem no aeroporto e terminais de ônibus.

Importante:

Se na rua um pombo lhe sujar (ou sua roupa aparecer suja de repente), logo deverá aparecer alguém pronto para lhe ajutar a se limpar: é a pessoa que jogou a sujeira em você. Durante a “ajuda”, ela tentará bater sua carteira ou roubar sua bolsa. Recuse veementemente a ajuda, segure bem sua bolsa ou sua carteira e grite POLÍCIA, POLÍCIA. O ladrão desistirá e irá embora.

Se uma mulher (e até mesmo homens) de aparência normal te chamar na rua para ver uma “apresentación” e ganhar massagens de meninas de graça, sem compromisso, na primeira vez, não dê atenção e saia! Na verdade elas são agentes de prostíbulos. Uma vez levados para “dentro” não te deixam sair, impedindo fisicamente até que se desembolse uma boa quantia em dinheiro. Esse tipo de golpe é bastante comum no centro, principalmente na Av. Corrientes, Calle Florida e Av. Lavalle.

Telefones e endereços úteis

Delegacia do Turista:
Atende consultas em inglês, italiano, francês, português e ucraniano.
Corrientes 436
4346 5748 / 0800 999 5000

Defensoria do Turista:
Telefono 4302 7816

Saúde:
O serviço de ambulâncias para emergências (SAME) é gratuito.
Telefono: 107 Ligação gratuita

Os hospitais públicos que estão à disposição do turista atendem urgências durante as 24 horas do dia de forma gratuita.

Consulado e embaixada d0 Brasil:
Carlos Pellegrini 1363
Telefono: 4515 6500
diversos@interprov.com.ar
www.brasil.org.ar
Segundas a sextas das 9 às 13.

Viajar de ônibus em Buenos Aires

Para viajar de ônibus na cidade você precisa de moedas. Não aceite notas.
Os ônibus de Buenos Aires são um meio de transporte econômico (bilhetes a A$ 1,20), embora possa ser menos eficiente nos dias de engarrafamento no centro. No entanto, a malha de ônibus é extensa e serve a toda a cidade. Os ônibus circulam durante todo o dia, diminuindo de frequência depois das meia-noite.Compre o bilhete nas máquinas no interior do veículo. As tarifas variam de acordo com o destino do passageiro. Ao entrar no ônibus, diga seu destino ao motorista e, só então, a máquina será liberada para a compra do bilhete.

Em Buenos Aires dólares, pesos ou reais ?

– Para viajar a Buenos Aires é melhor levar dólares ou pesos. Em alguns lugares tomam real, mas não é muito comum o uso do real fora do circuito turístico e é mais difícil trocar.
Não é recomendável trocar dinheiro no aeroporto, o preço é muito baixo. Se você precisar trocar dinheiro no aeroporto, o melhor é o Banco Nación de la República Argentina.
Para trocar dinheiro em bancos e casas de câmbio, você precisa de um passaporte ou documento de identidade.

Metrô e ônibus Buenos Aires

Evite pegar o metrô (subte) em horário de pico. (De manhã, das 8 a 10 horas, em direção para o centro. / De tarde das 17 a 19 horas em direçã para a periferia da cidade). No metrô cuide bem de sua bolsa, carteira ou mochila.
Os ônibus de Buenos Aires e tem máquinas automáticas de bilhete que só funcionam com moedas. Para viajar de ônibus na cidade, deve procurar moedas. (As moedas são muito valiosas para pegar ônibus).
Compre o bilhete nas máquinas no interior do veículo. As tarifas variam de acordo com o destino do passageiro. Ao entrar no ônibus, diga seu destino ao motorista e, só então, a máquina será liberada para a compra do bilhete.

Passeios

Fins de semana são os melhores para passear. Há poucos carros nas ruas e muitas atividades nos parques, centros culturais e museus.
A maioria dos museus de Buenos Aires tem um dia de entrada livre. Eles são geralmente às quartas-feiras.
O governo municipal organiza excursões e atividades gratuitas nos fins de semana. Veja aqui

Saiba mais no site Buenos Aires Turismo